Calagens

Publiquei meus atos públicos

recebi represálias e afrontos

deliniei-te aos apelos públicos

no incansável feitos ombros!

A busca, cadeias de além-vista

recreios mórbidos insanos

caminhos teus em meus despistas

como a coragem de enganos…

Calar no soturno embrulho da paixão

refaz de modo intrépido sorriso

não marteles mais sobre o meu chão

pesando a dor do prejuízo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: