Andares Perpétuos III

III – Vicissitudes

Tens andado saudades
Algodão-doce nos parques
Que neste beijo te embarques!

Tens andado bem séria
Com um choro meio ensaiado
E eu perdido ao teu lado!

Tens andado tão presa
As mãos atadas em alianças
E eu perdendo esperanças!

Tens andado tão livre
Como o coração leve e solto
E eu já nem sei se estou morto!

Tens andado em tristeza
A cobiçar e eu falo
Num estremecer de abalos!

Tens andado tão bruta
A cogitar vitupérios
A revelar meus mistérios!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: