Olhares de Líbano – VII

(Photo by Alyasiyyah) 

VII – Tempos de Julho

 São teus olhos que me guiam

Entre os caminhos que desconheço…

Meus olhos se cegueiam em loucuras!

Por mais que eu tente te esquecer

Risos fracos e tranqüilos…

Eu aqui aguardando tua formosura de mulher!

 

Tratados e acordos que fizemos

Entre palavras e gestos não vingaram!

 

A ânsia de ter-te sempre ao meu lado

Mesmo no distante,

Eu aqui amante insano

Irônico numa paixão mal revelada!

 

Meus instintos me traindo

Em gestos de amores e saudades

Saudades que marcaram nossas vidas

Mesmo no distante…

Obriguei o tempo que parasse!

 

Não consegui!

O tempo continua a se esvair…

 

Depois de tanta luta

Ignorei de todos os falares: -“Onde estás?”

Sabendo que a dor se faz presente

Tratados e acordos são passados!

Ainda que meu rosto, o tempo agrida,

Não consegui para o tempo!

Tempo que no meu rosto olhas, pára!

Em teus olhares, só os teus me levam a eternidade, querida!

 

(Jul: 19, 2004)

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: