Bilhetes (Artiviciando Formas de Viver)

Vadio? Sou!
Como vago pelas ruas
Como o lixo ejaculado da cidade!

Vadio? Sou!
Tossindo com fumaça de bio-combustível,
Óleo diesel, lamparinas e passeatas…

Vadio? Sou!
Escrevendo pelos muros,
Fazendo motins em rabo-de-saia!

Vadio? Sou!
Praguejado e sem emprego,
Olheiras, chapéu de aba curta!

Vadio? Sou!
Uma bagana americana grande?
Hoje o dia é de sorte!

Vadio? Sou!
Vasculhando os cestos dos shoppings
Vejo as crianças masturbadas
Da grã-finada se artiviciando
Pelos fast-foods, e propagandas light!

Vadio? Sou!
Pois meu destino é este:
Um banco vazio numa praça qualquer,
Tem valor? Sim!
Só pra gente que são sabe o que é ter um leito!

Vadio? Sou!
Colecionador de palavras e palavrões,
Que se espanta com a ociocidez
Das pessoas…
Com o ser humanidade em declínio!

E a fome vai perseguindo a gente
Como um mata-borrão
Que borra toda a alma!

Vadio? Sou!
Sem mulher e sem filhos,
Graças a Deus!!!
Vadio? Sou!
Quero chorar,
Quando vejo uma fila
E não posso entrar!

Quero desejar,
Quando vendem tantas coisas
E não posso comprar!

Quero realizar,
Quando sonham tantos sonhos
E não posso dormir!

Quero encenar,
Quando escolhem coisas belas
E não posso alegrar!

Vadio? Sou!
Quero viver
Dignamente como um ser humano qualquer!

Vadio? Sou!
Tenho vida!
Pelo menos isso!
E dizem, que o barato sai caro!

Que pelo menos
Alguém passe e olhe pra mim
E me cumprimente!

Daí então,
Estenderia as mãos
E diria:

-“Hoje vai dar borboleta na cabeça, moço!”

(Dez: 03, 1980)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: