Amor, Amores, Perplexos Amares!

Visitando Minhas Vozes in Amar

Ficamos perplexos quando encontramos
O algo diferente que nos faz
Interagirmos com o nosso profundo querer…
Realmente, felizes são o que conseguem
Dar suas interpretações ao mundo
Às coisas que nele encontra-se,
São realidades!
Umas ilusórias…
Outras desdenhadas de prazeres descartáveis!

Porém, não ouso em dizer que o amor,
Em suas múltiplas facetas
Nos coloca em xeque!
Estamos preparados?
Ilusões! O que são as ilusões
Senão um conta-gotas da emoção…

Fico arquitetando modus de me apaixonar
Definitivamente,
Com palavras, gestos e realizações,
Mas os poetas revelam-me
Que o alimento preciso do querer
Está em sermos discretos
Em nossas ações!

Estamos preparados?
Qual seria a razão fundamental
De juntarmos tantos ingredientes
E quando reunimos todos,
Faltam ainda alguns detalhes,
Detalhes que irão dar o verdadeiro sabor
Ao que estamos querendo realizar!

O sabor de sal…
O sabor de mar…
O sabor de amar…

E qual seria este recipiente
Perfeito ao que queremos?

Estamos preparados ou então…

Bem, o que importa
É que o amor
pode significar sermos ousados em afeição,
complexos na compaixão,
indignados na misericórdia,
ou ainda, inclinação ao querer mais,
atração aos quereres,
apetite ao perfeito,
paixão pelo encontro,
querer bem o tão perto,
mergulhar na satisfação,
ser conquistador dos atos nobres,
desejar ser desejado,
libido de ser autênticos!

(Jan: 25, 2008)

2 Respostas to “Amor, Amores, Perplexos Amares!”

  1. Querido professor, queria poder agradecer essa surpresa de ter uma postagem dedicada ao que escrevo com a mesma beleza das suas palavras. É tão bom quando somos aceitos, acolhidos, estimulados, tratados com carinho. Procuro algo especial pra lhe dizer e não encontro, então deixo aqui apenas o meu sincero agradecimento, o meu desejo de que sempre escreva com grande emoção, com toda a força da alma.
    Grande abraço!

  2. Poderá um dia o poeta amar e ser correspondido? e poderia isso durar para sempre? em suas palavras e fora delas? Pode o poeta entregar-se a uma vida de felicidade sem tortura? poderá ele não sofrer nenhum trauma ou desencontro??????

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: