Ode ao Desespero

    Desespero!
Esse fenômeno que nos seqüestra!
Súbitas mãos…
…empenham-se em serem destras?
Súbitos desesperos…
… peço à Deus que me perdoe!
evito de tal forma o meu desespero (…)
resolvendo assim
ouvir os desesperados!

(Jan: 19, 2008)

Uma resposta to “Ode ao Desespero”

  1. Fico lisongeada, que meus humildes versos, tenham servido de inspiração!!!! Perfeitas linhas….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: