Evocações nº 3 – Condenações

Batestes com raiva em meu rosto,
Querendo deixar cicatrizes…
Oh dor que trouxestes desgostos
Não voltes! Não te reprises!

Um olho cobiça o amor
O outro pretende o ódio,
Por que criar o rancor,
Se estamos no mesmo pódium?

Deixaste-me em restos no chão,
Pra que o orgulho elevasse,
Não basta ter compaixão?

Eu te condeno oh covarde
Que guarde contigo esta frase:
“O amor vencerá, nunca é tarde!”

(Mar: 21, 1997)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: